Lathander

(Grande Deus)
O Senhor do Amanhecer

Símbolo: Nascer do sol feito com gemas rosas, vermelhas e amarelas.

Portifólio: Primavera, alvorecer, nascimento, renovação, criatividade, juventude, vitalidade, perfeccionismo, atletismo.

Domínios: o Bem, Nobreza, Proteção, Renovação, Força, Sol.

Arma Favorecida: “Voz do Amanhecer” (maça pesada ou leve)

Lathander é uma poderosa e exuberante divindade, popular entre as pessoas comuns, nobres, mercadores e jovens. Embora ocasionalmente dê entusiasmo em excesso e vaidade, ele é uma divindade otimista e perseverante que abençoa os empreendimentos e destrói mortos-vivos com sua maça “Voz do Amanhecer”. Lathander é um poder vibrante que aprecia os benefícios realizados com o esforço físico.

As igrejas de Lathander são geralmente prósperas e não temem em mostrar isto (às vezes chegando ao ponto do mau-gosto). Não existe uma autoridade central na igreja, e cada líder de templo é respeitado igualmente, não importando o tamanho de seu rebanho. A igreja encoraja seus féis a construírem algo novo, restaurar áreas áridas, fomentar o crescimento e cultivar a terra, evitar o mal e trabalhar para restaurar ou levar as civilizações para novos patamares de harmonia, arte e progresso. Os concursos de atletismo patrocinados pela igreja promovem a união e a camaradagem. Também promovem competições parecidas na arte e na recuperação de artefatos perdidos.

Clérigos de Lathander rezam ao alvorecer. A igreja mantém uma cerimônia chamada a Canção da Alvorada na manhã do Midsummer e nos equinócios. Durante ela, o clero e os fiéis cantam harmonias e contra-harmonias para louvar ao Senhor do Amanhecer. Os clérigos de Lathander devem manter a forma física e fazer oferendas regulares de moedas, ítens, invenções ou comida em seus templos.

História/Relacionamentos: Normalmente visto como um homem jovem e atraente, Lathander é um antigo poder com uma longa história na orientação da criação, progresso e inovação. Ele se opõe as divindades do mal, destruição e morte. Seus aliados incluem as divindades da natureza (particularmente Chauntea), bem, artes, beleza e invenção. Tradicionalmente inimigo das divindades da morte, ele aceitou Kelemvor por seu combate às criaturas morta-vivas e não vai de encontro a ele.

Dogma: Lute sempre para ajudar, fomentar novas esperanças, novas idéias e prosperidade para a humanidade e seus aliados. É seu dever sagrado fomentar o crescimento e trabalhar para o renascimento e renovação. Se aperfeiçoe, seja fértil na mente e no corpo. Onde quer que você vá, plante novas sementes de esperança, novas idéias e planeje um futuro melhor nas mentes de todos. Assista cada nascer do sol. considere as conseqüências de suas ações para que elas tragam as maiores e melhores recompensas. Afaste-se da negatividade. Existirá sempre outra manhã para voltarmo-nos para o sucesso. Coloque mais importância nas atividades que ajudam outros, a obediências às regras, rituais e ditames dos mais antigos.

Lathander

Crônicas subterrâneas kio